OS ANTIDEPRESSIVOS VÃO PARAR DE FUNCIONAR

CONHEÇA AS CANÇÕES DO NOVO DISCO:

Os Antidepressivos Vão Parar de Funcionar!”
    Uma frase pichada em um muro da cidade de São Paulo dá nome ao novo disco de Kleber Albuquerque, lançado pelo selo Sete Sóis.
    Esse informe apocalíptico, cantado como se fosse um segredo sussurrado entre assobios, dá o tom e o espírito do tempo às oito canções que compõem o trabalho.
  São crônicas musicais embaladas por arranjos inspirados em trilhas de western spaguetti e músicas de parquinho de diversões, e que privilegiam rítmos como valsas, rumbas e canções, quase sempre com acento de reggae.
    Com a poesia banhada em ácido desencanto, “Os Antidepressivos Vão Parar de Funcionar” é a mais recente contribuição do cantor e compositor para a produção atual da MPB: Música Psicoativa Brasileira.
.


 

REPERTÓRIO DO DISCO:

1. Os Antidepressivos Vão Parar De Funcionar (Kleber Albuquerque)
2. Meu Perfil no Face (Kleber Albuquerque)
3. Canto do Povo do Mar de Minas (Kleber Albuquerque)
4. Desaviso (Thamires Thannous/Kleber Albuquerque)
5. Passeando Com Meu Cachorro (Kleber Albuquerque)
6. Bem-vindo ao Meu Delírio (Kleber Albuquerque)
7. A Vida Imita o Futebol (Kleber Albuquerque)
8. A Banca  (Kleber Albuquerque)

FICHA TÉCNICA DO DISCO:


1. Os Antidepressivos Vão Parar de Funcionar (Kleber Albuquerque)

Kleber Albuquerque: assobio, percussão corporal violão e voz

Rovilson Pascoal: guitarra, guitarra-baixo, teclado MicroKorg e ukulelê

 

2. Meu Perfil no Face (Kleber Albuquerque)

Kleber Albuquerque: bateria virtual, guitarra desligada, programação de teclados e voz

Rovilson Pascoal: guitarra, ukulelê e violão dobro

 

3. Canto do Povo do Mar de Minas (Kleber Albuquerque)

Kleber Albuquerque: violão e voz

Rogério Cavalcanti: percussão

Rovilson Pascoal: celesta, samples, violão aço e ukulelê

 

4. Desaviso (Kleber Albuquerque/Tamires Thannous)

Izza Beatriz: voz

Jonas Moncaio: cello

Kleber Albuquerque: programação de teclados, violão nylon e voz

Rovilson Pascoal: violão aço

 

5. Passeando Com Meu Cachorro (Kleber Albuquerque)

Kleber Albuquerque: violão e vozes

Rovilson Pascoal: baixo, guitarras e violão nylon

 

6. Bem-vindo ao Meu Delírio (Kleber Albuquerque)

Kleber Albuquerque: programação de teclados, violões e vozes

Rovilson Pascoal: violão aço

 

7. A Vida Imita o Futebol (Kleber Albuquerque)

Kleber Albuquerque: violão e vozes

Rovilson Pascoal: baixo, guitarra slide, samplers e violão de 12 cordas

 

8. A Banca (Kleber Albuquerque)

Kleber Albuquerque: cavaquinho de nylon, loops, samplers e vozes

Rovilson Pascoal: guitarras e violão nylon

 

 

Produzido por Flávvio Alves, Kleber Albuquerque

e Rovilson Pascoal para Sete Sóis

O SHOW:


     Além das canções que compõem o disco, Kleber Albuquerque apresenta no novo show "Os Antidepressivos Vão Parar De Funcionar" interpretações personalíssimas para alguns clássicos da "música de parquinho" brasileira, como "Impossível Acreditar Que Perdi Você", de Márcio Greyck, e "Casinha Branca" (Gilson), além de revisitar autores como Itamar Assumpção ("Mal Menor") e Pixinguinha ("Carinhoso").
     Das canções mais antigas de Kleber, constam do repertório alguns temas que se tornaram conhecidos na voz de outros intérpretes, como "Os Presentes" (sucesso na voz da cantora amazonense Eliana Printes), "Parede Meia", gravada pela mineira Ceumar e "Tevê", parceria com Zeca Baleiro, já gravada pelo cantor maranhense.       

Spotify_Logo_RGB_Black.png
deezer-logo.png